segunda-feira, 20 de agosto de 2012

segunda-feira, 11 de junho de 2012

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Processo de luta

Processo de luta


Desde Dezembro de 2007 que os inspetores da ASAE se encontram em greve ao trabalho fora do horário normal. É um processo de luta que os funcionários encetaram de forma a corrigir diversas situações que ocorriam no organismo.

Em Abril de 2011, em reunião com o então candidato a Primeiro-Ministro Dr. Passos Coelho, este disse entender os motivos da greve e que eram justificáveis, tendo reconhecido a necessidade de alterações na ASAE. Prometeu que caso fosse eleito passaria a existir um estreito diálogo entre o Governo e os representantes dos funcionários.

A complexidade e o tamanho do Ministério da Economia, ao qual pertence a ASAE, tornou difícil o início do diálogo. Ao fim de mais de um ano, parece haver razões para acreditar que tal é possível.

O diálogo deve-se àqueles que durante todos estes anos mantiveram a mesma postura perante a greve. Foi a resposta daqueles que não aceitaram o desrespeito pelas pessoas, demonstrando que os valores estão acima do dinheiro.

Os organismos são feitos pelas pessoas que ai trabalham, as direções e os governantes mudam com frequência. Os bons resultados dependem de quem ao longo dos anos se empenha no que faz e dá credibilidade as instituições.

terça-feira, 15 de maio de 2012

A estatistica

A estatistica

14 Maio 2012 - or:Luís Pires da Silva, Presidente da Associação Sindical dos Funcionários da ASAE

A utilização da estatística para a tomada de decisões a partir dos dados de que se dispõe é algo que é necessário.


O problema está quando esta deixa de ser uma ferramenta e se torna na única resposta para a tomada de decisões. A estatística pode tornar-se implacável, pois precisa de ser alimentada por números.

O interesse de um cirurgião é que faça muitas cirurgias, mesmo que relegue para segundo plano a qualidade? A um inspector da ASAE é exigido que inspeccione muitos operadores económicos, mesmo que apenas faça visitas… de médico? Procurar indícios da existência de animais doentes numa quinta, onde são abatidos, apostos carimbos falsos na carne para depois ser colocada em talhos pode levar meses. Serão estas situações memória de outros tempos?

A lógica dos números é persuasível e aparentemente justificável, no entanto pode colocar sérios riscos à sociedade. Será que no futuro os melhores Juízes serão os que condenam mais? As melhores Autoridades as que prenderem quem lhes aparece à frente? Em conversa com um polícia francês, este dizia-me que as melhores estatísticas do bom funcionamento da justiça e das suas polícias aconteciam em Estados ditatoriais com elevados índices de corrupção.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Reunião com Sr. Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Engenheiro Carlos Nuno Oliveira

COMUNICADO nº 04/2012

Assunto: Reunião com Sr. Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Engenheiro Carlos Nuno Oliveira.

No dia 02 de Maio de 2012 realizou-se na Secretaria de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, em Lisboa, uma reunião em que estiveram presentes o Sr. Secretário de Estado Engenheiro Carlos Nunes Oliveira e o Sr. Dr. André Zibaia, Assessor e os representantes da ASF-ASAE, Presidente da Direcção Nacional Luis Pires da Silva, Vices Presidentes Fernando Fabião e Filipe Costa e Secretário da Direcção Fernando Parente.

Regista-se com agrado a abertura apresentada pela tutela para o diálogo, demonstrando finalmente a sua vontade em comunicar com a Direcção da ASF.

Foram abordados vários temas transversais à organização, de onde destacamos a necessidade premente em dotar o organismo de uma estrutura e de uma cultura consentâneas com os seus objectivos. Pela nossa parte, mais uma vez, foi transmitida a vontade em ajudar, contribuir e melhorar pontos que já vêm a ser discutidos desde 2006 e sobre os quais, infelizmente, ainda não se fizeram progressos.

Pela parte do Senhor Secretário de Estado foi demonstrada disponibilidade para nos ouvir, ainda que mediante determinadas limitações, designadamente limitações financeiras, propondo-nos, naturalmente, a apresentação de sugestões para os problemas expostos. À semelhança de outras ocasiões, assim o faremos.

Foi também com agrado que vemos a possibilidade de estabelecermos um contacto directo com a tutela, sem intermediações, com o propósito de expormos as nossas ideias na defesa da instituição e dos seus funcionários. Desta forma a mensagem será assente na clareza sem terceiros a encriptar o pretendido.

Esta direcção da ASF como tem demonstrado, continua a considerar os associados como parte da solução e não como parte do problema, já que, são os associados a razão da nossa existência, sendo também um bem precioso para a tutela, que o reconheceu e nós assinalamos com agrado.

Na sequência da entrega em mão à cerca de um ano ao então candidato a Primeiro-ministro Dr.º Passos Coelho, documento elaborado por esta ASF-ASAE de nome “Plano de Orientação Estratégico para a ASAE – 2011”, foi entregue nesta reunião ao Sr. Secretário de Estado novo documento com o titulo “Plano de Orientação Estratégica para ASAE - 2012 sinopse”.

Lisboa, em 03 de Maio de 2012



P/ Direcção da ASF- ASAE
Luís Pires da Silva
(Presidente da Direcção Nacional da ASF-ASAE)